11/01/2017 12:27

Parábola do Samurai: aprenda a manter sua paz interior

A Lu Oliveira encerrou o Vitrine Revista com uma mensagem d e reflexão. O texto é uma parábola de um samurai! Acompanhe a lição!

Era uma vez um samurai. Já idoso que se dedicava a ensinar os jovens. Apesar da idade, corria a lenda de que ele era capaz de derrotar qualquer adversário. Aí, um jovem guerreiro conhecido por sua total falta de escrúpulos  apareceu por lá querendo derrotar o samurai para aumentar sua fama. O velho samurai não aceitou o desafio e o jovem começou a insultar, chutou algumas peças em sua direção, cuspiu no rosto, gritou, ofendeu até os ancestrais. Durante horas, fez tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu passível, calmo. No final da tarde, sentindo-se já exausto e humilhado, o tal guerreio foi embora desapontado.

Aí os alunos do velho samurai perguntaram:

– Mestre, como o senhor pode suportar tanta indignidade?

O mestre respondeu:

– Se alguém chega até você com um presente e você não aceita esse presente; Ele pertence a quem? A quem tentou entregá-lo até você, não é verdade? Isso vale também para a inveja, para a raiva e para os insultos! Quando não são aceitos continuam pertencendo a quem carrega consigo!

Reflexão: Portanto, o sentimento do outro não pertence a você, mas a sua paz interior depende exclusivamente de você!