11/01/2017 08:33

Bairros da zona oeste de Londrina ganham sinalização viária

Hoje, o trabalho de sinalização foi feito no entorno da escola municipal Corveta Camaquã e consiste numa série de intervenções padronizadas que visam a segurança dos alunos

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) realizou a revitalização das sinalizações vertical e horizontal no entorno da Escola Municipal Corveta Camaquã, localizada na rua Lindóia, no Parque Alvorada, região oeste da cidade. O trabalho envolveu a instalação de placas informando sobre o limite de velocidade, que no local é de 30km/h, legendas de aproximação com os dizeres “cuidado”, “devagar” e “escola”, além de uma faixa bicolor na entrada e saída dos estudantes.

Foto: Divulgação CMTU

Foto: Divulgação CMTU

A intervenção integra o que o diretor de Trânsito da companhia, Hemerson Pacheco, tem chamado de “kit escola”. Trata-se de um conjunto padronizado de sinalizações, cujo uso nos arredores das instituições de ensino tem por objetivo melhorar as condições de segurança dos alunos. “Na semana passada, a iniciativa contemplou a escola Atanázio Leonel, no jardim São Jorge. Hoje, fizemos um trabalho parecido na rua Lindóia e a expectativa da CMTU é que, conforme as possibilidades, esse “kit” seja levado a outros pontos do município”, conta Pacheco.

A partir das 7h desta quarta-feira (11), dentro do planejamento da Diretoria de Trânsito da companhia de levar serviços às áreas mais afastadas da cidade, as equipes começarão a atuar nos jardins Colúmbia e Olímpico, além do conjunto João Turquino. Os bairros estão situados nas proximidades do centro de distribuição dos Correios da PR-445, extremo oeste de Londrina. Segundo informações da população local, a sinalização das ruas e avenidas que cortam os bairros era uma reivindicação antiga da comunidade.

Pacheco explica que, devido à grande demanda, a previsão é que os trabalhadores da CMTU permaneçam na região por cerca de duas semanas. “Vamos revitalizar a sinalização de todas as vias desses bairros. A intenção é que a gente só saia de lá depois que todas as ruas estiverem com placas e pintura no asfalto.”

Saldo

De terça-feira passada (2) até segunda (9), a CMTU esteve presente nos bairros São Jorge e Novo Horizonte I, II e III, região norte de Londrina. O trabalho contemplou todas as vias dos bairros e envolveu a revitalização e substituição de placas deterioradas, a pintura do asfalto e a implantação do “kit escola” na rua Eliza Isabel da Conceição. O saldo do serviço, de acordo com o diretor, foi extremamente positivo: 96 inscrições “pare” posicionadas nos cruzamentos, 50 placas instaladas e aproximadamente 1km linear de asfalto pintado.

Pacheco ressalta ainda que as atividades na região norte contaram com a utilização de placas que, anteriormente, eram usadas em outros locais. “Para promover economia de recursos e otimizar o trabalho, estamos reaproveitando sinalizações verticais que antes constavam em duplicidade em algumas vias. Por exemplo: na rua Belo Horizonte, área central, já fizemos a remoção de pelo menos 20 placas “pare” e de indicação de sentido da via. Elas estavam duplicadas, ficavam posicionadas antes e após determinados cruzamentos. Como essa via hoje está com a sinalização rigorosamente em dia, entendemos que a retirada dos dispositivos não prejudica o trânsito local.”

Com o uso inteligente das placas, colocadas em excesso em alguns locais ao longo de administrações passadas para reforçar as regras de circulação aos motoristas e pedestres, a Diretoria de Trânsito da CMTU pretende ampliar a cobertura nos bairros. A expectativa é que a redistribuição das sinalizações, somada à atuação das equipes encarregadas da confecção de placas novas, acelere o ritmo de trabalho e, aos poucos, promova mudanças positivas no trânsito da cidade.

(N.Com)